Ministra do Supremo põe em pauta pedido da defesa para que petista não seja preso antes do trânsito final da sentença no caso triplex

 

Lula. Foto: Leonardo Benassatto/Reuters

Após polêmica dos últimos dias, a ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), pautou para esta quinta-feira, 22, o habeas corpus impetrado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para evitar que ele seja preso. Ela comunicou a decisão logo no início da sessão desta quarta-feira. Justificou que na próxima semana, por causa do feriado da Páscoa, não seria possível. Na verdade Carmem Lúcia terminou cedendo a pressão de ministros que fazem lobby para Lula não ser preso através de revisão do entendimento da corte suprema em 2016 que determinou a prisão após recursos em segunda instância.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*