O prefeito ACM Neto (DEM) surpreendeu a todos nesta manhã de sexta-feira (6) em Salvador ao anunciar sua desistência em concorrer ao Governo da Bahia. Segundo fontes do Brazuca, as últimas pesquisa que chagaram ao prefeito mostram que ele estaria empatado com o Governador Rui Costa (PT) no seu maior reduto, a capital baiana e perderia por mais de 20 ponto percentuais no resto do Estado. Em algumas regiões, como o sertão, Neto levaria uma surra histórica, capaz de desmoralizar o nome da tradicional família que teve no seu avô, o legendário ACM seu maior ícone.

Com uma justificativa pouco convincente e demonstrando certo abatimento por ter varado a noite de ontem reunido com correligionários para tomar a difícil decisão declarou: “Meu coração me impede de deixar a prefeitura neste momento”. O anúncio da desistência foi dado durante inauguração  de etapa da urbanização na Comunidade Guerreira Zeferina, que envolve, entre outras ações, a construção de um conjunto habitacional para abrigar 257 famílias, no bairro de Periperi, subúrbio ferroviário da capital.

ACM Neto – que é presidente nacional do Democratas – vinha entregando uma série de obras na cidade e todos acreditavam que sua candidatura seria irreversível. “Não se faz mais ACMs como antigamente, disse Zé de Broga, pescador que assistia a inauguração e ficou indignado com a decisão do prefeito. “Eu dava como certa a vitória dele e queria ver um neto do Cabeça Branca no Palácio de Ondina. Fiquei decepcionado”, finalizou.

Com a desistência de Neto, José Ronaldo (DEM) prefeito de Feira de Santana, maior cidade do interior da Bahia é o candidato natural do partido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*