Cármen Lúcia, Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber e Celso de Mello votaram contra o cabimento do recurso. Por outro lado, Dias Toffoli, Alexandre de Moraes, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes e Marco Aurélio votaram por admitir o recurso da defesa de Maluf.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*